Eis que chega 2011... Paz e saúde para todos!

03:36 Posted In Edit This 0 Comments »
Próspero Ano Novo para todos...
Que as alegrias do teu Natal possam perdurar por todos os dias do Ano que se aproxima.
Que 2011 seja um ano de pleno de realizações, harmonia e amor entre a família, e que a felicidade marque presença constante na vida de cada um de nós.
Feliz ano novo...

Photobucket
São os votos de Guita, Ligia e família.

O livro da vida

01:50 Posted In Edit This 0 Comments »
Cada dia a vida lhe oferece uma página em branco no livro da sua existência.
O seu passado já está escrito e você não pode corrigi-lo. Nas páginas amarelas, você pode encontrar a sua história, algumas com cores suaves, outras com cores escuras.
Lindas recordações…
E páginas que você gostaria de arrancar para sempre.
Hoje você tem a oportunidade de escrever mais uma página. Você pode escolher as cores que usará. Mesmo que apareça algum impedimento, você pode matizar de serenidade para convertê-la em uma bela experiência.
Como você escreverá o dia de hoje?
Só depende de sua vontade que a página do dia de hoje no Livro de sua Vida seja uma bela recordação no futuro.
Se soubesse que só iria viver mais um dia, o que faria?
Sem dúvida, elevaria o seu pensamento a Deus. Desfrutaria os raios de sol, a suave brisa, a alegria dos seus filhos, o amor do(a) seu(sua) parceiro(a), tantas bênçãos que a vida põe ao alcance de nossas mãos e que muitas vezes não sabemos valorizar.
Desfrute este novo dia, faça um inventário de todas as coisas boas que existem em sua vida e viva cada hora com ânimo, dando o melhor de si. Não prejudique ninguém, sinta-se feliz por estar vivo, de poder presentear um sorriso, de oferecer sua mão e sua ajuda generosa.
Nunca é tarde para mudar o rumo e começar a escrever páginas de felicidade e paz no Livro da Vida.
Agradeça a Deus pelo presente que lhe dá hoje e pela oportunidade de converter este dia em uma página bela do Livro de sua existência.
Lembre-se que apesar de todas as situações adversas, está unicamente em suas mãos viver o dia de hoje…
…como se fosse o primeiro, o último ou o único no Livro da sua Vida.
Que todos os seus dias sejam felizes e cheios de muita paz!
Viva!!!
Copiei.
Postado por: Ligia.

O maior tesouro

05:32 Posted In Edit This 1 Comment »
A lenda conta que certa mulher pobre, com uma criança ao colo, passando diante de uma caverna, escutou uma voz misteriosa que dizia lá de dentro:
-Entra e apanha tudo o que desejares, mas não te esqueças do principal.
Lembra-te, porém, de uma coisa: Depois que saíres, a porta fechar-se-á para sempre. Portanto, aproveita a oportunidade, mas não te esqueças do principal.
A mulher entrou na caverna e encontrou muitas riquezas.
Fascinada pelo ouro e pelas jóias, pos a criança no chão e começou a juntar, ansiosamente, tudo o que podia no avental.
A voz misteriosa falou novamente: - ‘Só tens oito minutos’.
Esgotados os oito minutos, a mulher, carregada de ouro e pedras preciosas, correu para fora da caverna e a porta fechou-se...
Lembrou-se, então de que a criança ficara lá dentro. Mas a porta já estava fechada para... Sempre!
A riqueza durou pouco e o desespero, sempre!
Uma voz que sempre nos adverte, de vez em quando: ‘Não te esqueças do principal!’
Os principais são os valores espirituais, a família, os amigos, a vida! Mas a ganância, a riqueza, os prazeres materiais fascina-nos tanto que o principal vai ficando sempre de lado...
Assim esgotamos nosso tempo aqui e deixamos de lado o essencial: ‘Os tesouros da alma!’
Quando a porta desta vida se fechar para nós, de nada valerão as lamentações e as riquezas.
Não te esqueças do principal...
Copiei.

A Roupa Faz a Diferença!

16:27 Posted In Edit This 0 Comments »
Sem maiores preocupações com o vestir, o médico conversava descontraído com o enfermeiro e o motorista da ambulância, quando uma senhora elegante chega e de forma ríspida pergunta:
- Vocês sabem onde está o médico do hospital?
Com tranqüilidade, o médico respondeu:
- Boa tarde senhora! Em que posso ser útil?
Ríspida, retorquiu:
- O senhor é surdo? Não ouviu que estou procurando pelo médico?
Mantendo-se calmo, contestou:
- Boa tarde senhora! O médico sou eu, em que posso ajudá-la?
- Como? O senhor? Com essa roupa?
- Ah, senhora. Desculpe-me. Pensei que estivesse procurando um médico e não uma vestimenta.
- Oh, desculpe, doutor, boa tarde. É que... Vestido assim, o senhor nem parece médico.
- Veja bem as coisas como são. E disse o médico: As vestes parecem não dizer muita coisa, pois quando a vi chegando tão bem vestida, tão elegante, pensei que fosse sorrir educadamente para todos e depois dizer um simpaticíssimo “boa tarde”. Como se vê, as roupas nem sempre dizem muito.
Bastam, às vezes, apenas uns minutos de conversa para que o ouro da vestimenta se transforme em barro. Educação é que faz a diferença!
A: M. C.

Coração de Madeira

11:45 Edit This 0 Comments »

Cansada de tanto chorar, sofrendo com as tristezas que seu filho a fazia passar, uma senhora decidiu materializar a sua dor. Ela pegou um coração de madeira, cravou muitos pregos nele e o pendurou na porta de entrada da casa.
Ao ver a estranha escultura, o filho perguntou: “Por que esse coração feio e cheio de pregos na parede?” Ela respondeu: “O coração é o meu. Os pregos são as amarguras e tristezas que você me tem causado.”
Sem palavras e profundamente entristecido, o filho saiu decidido a mudar seu comportamento. Passadas algumas semanas, ele notou que os pregos do coração haviam sido retirados e, novamente perguntou: “Por que os pregos foram removidos?” Ao que a mãe respondeu: “Conforme suas atitudes foram mudando. As amarguras e tristezas foram cessando e, por isso, retirei os pregos que as representavam.”
O rapaz ficou aliviado ap perceber que já não era mais causador de dores emocionais da mãe, mas ao olhar novamente para o coração de madeira, também notou que, apesar dos pregos não estarem mais lá, as marcas deixadas pelos pregos ficariam lá para sempre.
Copiado.

Ladrões

03:26 Edit This 0 Comments »
Um casal saiu de férias e, ao voltar, encontrou a casa arrombada. Os ladrões tinham levado tudo. O marido reclamou com a mulher por ela ter esquecido das trancas. Ela replicou, dizendo que ele sempre esquecia de fechar a porta. Uma longa discussão começou e os vizinhos chamaram um padre para serenar os ânimos. “A culpa é dela, uma desleixada”, disse o marido. “Não, a culpa é dele, que não presta atenção no que faz”, respondeu a mulher. “Um momento”, interrompeu o padre. “Vivemos culpando uns aos outros e terminamos carregando um fardo que não é nosso. Será que nunca ocorreu a vocês que os ladrões são os verdadeiros culpados pelo roubo?”, concluiu o padre.
A: Paulo Coelho.

De Onde me Virá o Socorro?

22:28 Posted In Edit This 1 Comment »
"Cansado estou, preciso descançar,
Nesse caminho que nunca parece ter fim,
Cego estou, preciso de luz,
Caído, preciso me levantar,
Sozinho, preciso de alguém,
Com dores, preciso de alívio,
Com dúvidas, preciso de respostas,
As flechas me atingem, preciso de escudo,
A morte ronda e pareço ser a próxima vítima,
Preciso de algo maior que a morte,
Preciso de algo maior que a vida,
Porque a vida me chateia, me aborrece,
Com desespero, preciso de esperança,
Mas, na lágrima amarga que parece levar o resto da minha vida,
O Pai me lembra:"Você não precisa de nada disso,
Porque eu estou com você,
E eu sou a luz que vai iluminar seu caminho, sua visão,
Sou o que vai renovar as tuas forças,
Sou o que vai te ajudar na caminhada,
Que vai te conduzir até chegar onde é necessário,
Aquele que vai te levantar,
Que vai estar contigo até a consumação dos séculos,
Que vai tirar todas as tuas dores,
Que te dará todas as respostas,
Que vai te proteger sempre,
Eu venci a morte,
Eu sou a Vida,
Eu vou te dar a paz."
A: Jackson Ângelo.

Do livro de Chico Xavier

08:37 Posted In Edit This 3 Comments »
Dois velhos amigos enfermos caminhavam por uma região gelada quando se depararam com uma criança semimorta. Um deles, irritadiço, exclamou: Não perderei tempo. A hora exige cuidado para comigo mesmo. Sigamos à frente.
O outro caridosamente considerou: Amigo, salvemos o pequenino. É nosso irmão em humanidade.
Não posso – disse o companheiro egoísta. Sinto-me cansado e doente. Este desconhecido seria um peso insuportável. E avançou rapidamente adiante.
O viajor caridoso, porem, colando o menino paternalmente ao próprio peito, aconchegando-o ainda ao coração, caminhou adiante, embora menos rápido. Ao chegar à hospedaria com a criança salva do frio, soube que o amigo que saíra à sua frente ainda não havia chegado. E indo a procura do amigo egoísta, encontrou-o sem vida, por não ter resistido ao frio da noite gelada.
Porem, ao praticar a caridade, ele, aconchegando a criança semimorta junto ao seu coração, salvou a própria vida, pois ao longo do caminho recebeu em troca o calor da criança. Ajudando o menino abandonado, ajudara a si mesmo.
Fonte: Do livro Jesus no Lar escrito por Chico Xavier.

Espíritos Evoluídos

03:58 Posted In Edit This 1 Comment »
Há alguns anos, nas olimpíadas especiais de Seattle, nove participantes, todos com deficiência mental, alinharam-se para a largada da corrida de 100 metros rasos. Ao sinal, todos partiram, não exactamente em disparada, mas com vontade de dar o melhor de si, terminar a corrida e ganhar. Um dos garotos tropeçou no asfalto, caiu e começou a chorar. Os outros ouviram o choro, diminuíram o passo e olharam para trás. Então viraram e voltaram. Todos eles. Uma das meninas com Síndrome de Down ajoelhou, deu um beijo no garoto e disse: - Pronto, agora vai sarar! E todos os nove competidores deram os braços e andaram juntos até a linha de chegada. O estádio inteiro levantou e os aplausos duraram muitos minutos... Talvez os atletas fossem deficientes mentais.... Mas com certeza, não eram deficientes espirituais... "Isso porque, lá no fundo, todos nós sabemos que o que importa nesta vida, mais do que ganhar sozinho é ajudar os outros a vencer, mesmo que isso signifique diminuir os nossos passos..."
"Procure ser uma pessoa de valor, em vez de procurar ser uma pessoa de sucesso.
O sucesso é consequência"
Albert Einstein

História de um Preto-Velho

10:48 Edit This 1 Comment »

Noite na senzala. Os escravos amontoam-se pelo chão arranjando-se como podem. Engrácia entra correndo e vai direto até onde Amundê está e o sacode:
- A sinhazinha está chamando, é urgente! –
O Escravo é conhecido pelas mezinhas e rezas que aplica a todos seus irmãos e o motivo do chamado é justamente esse. O filho de Sinhá Tereza está muito doente. É apenas uma criança de cinco anos e arde em febre há dois dias sem que os médicos chamados na corte consigam faze-la baixar. Sem ter mais a quem recorrer, no desespero próprio das mães, resolveu seguir o conselho de sua escrava de dentro e chamar o africano.
Aproveitando a ida de seu marido à cidade, ele jamais concordaria, manda que venha. Sabendo do que se tratava o homem foi preparado. Levou algumas ervas e um grande vidro com uma garrafada feita por ele e cujos ingredientes não revelava nem sob tortura. Em poucos minutos adentram o quarto do menino e Amundê percebe que precisa agir com presteza. Manda que Engrácia busque água quente para jogar sobe as ervas que trouxe enquanto serve uma boa colherada do remédio ao garoto. Dentro de uma bacia coloca a água pedida e vai colocando as folhagens uma a uma enquanto reza em seu dialeto.
Ordena que desnudem a criança e carinhosamente a coloca dentro da bacia passando-lhe as ervas no pequeno corpo. Nesse instante a porta se abre e surge o Sinhô Aurélio acompanhado do padre da cidade. Tereza grita e corre até o marido desculpando-se. O padre dirige-se a ela com ferocidade:
- Como entrega seu filho a um feiticeiro? - dirigindo-se ao marido - Diga adeus ao menino, após passar por essa sessão de bruxaria ele morrerá sem dúvida! Tereza corre até o filho e o cobre com um cobertor enquanto o marido ordena que o escravo seja levado imediatamente ao tronco onde o capataz aplicará o castigo merecido.
- Engrácia, acorde todos os negros para que vejam o fim que darei ao assassino de meu filho! Todos reunidos no grande terreiro ouvem a ordem dada ao capataz:
- Chibata até a morte! E vocês - aponta todos os escravos - saibam que darei o mesmo fim a todos que ousarem chegar perto de minha família novamente.
As chibatadas são dadas sem piedade, Amundê deixa escapar urros de dor entremeados com rezas o que somente aguça a maldade do capataz. Lágrimas copiosas correm pelas faces de muitos escravos.
Após duas horas de intensa agonia o negro entrega sua alma e seu corpo retesa-se no arroubo final, finalmente descansará. O silêncio do momento é cortado por um grito vindo da principal janela da casa grande:
- Aurélio, pelo amor de Deus - é Tereza com o filho nos braços - o menino está curado, a febre cedeu e ele está brincando!
Assim morreu Amundê conhecido em nossos terreiros como o velho Pai Francisco de Luanda. Sua benção, meu pai! Permita que jamais voltemos a ver algo tão perverso em nossa história.
A: Luiz Carlos Pereira.

Espelho

05:56 Edit This 0 Comments »
A você, espelho amigo,
Que toda manhã conversa comigo,
A você, espelho sincero,
A quem sempre digo o que quero.
Espelho, eu peço, por favor,
Guardar o meu segredo,
Pois confesso tenho medo
Que alguém venha, “a saber”,
Minha enorme dor,
Toda a vontade do meu sofrer...
Só você espelho amigo
Conhece a dor que trago comigo
Só você sabe o mal que leva meu ser,
Corroendo a fonte do meu viver...
Espelho, por Deus lhe rogo,
Não revele meu destino a ninguém,
E se for possível guarde segredo
Para mim também...

A: Não sei.

Feliz dia internacional da mulher para todas

14:43 Edit This 1 Comment »
Razão
Por que as pessoas entram na sua vida? Pessoas entram na sua vida por uma "Razão", uma "Estação" ou uma "Vida Inteira". Quando você percebe qual deles é, você vai saber o que fazer por cada pessoa. Quando alguém está em sua vida por uma "Razão"...
É, geralmente, para suprir uma necessidade que você demonstrou. Elas vêm para auxiliá-lo numa dificuldade, te fornecer orientação e apoio, ajudá-lo física, emocional ou espiritualmente. Elas poderão parecer como uma dádiva de Deus, e são! Elas estão lá pela razão que você precisa que eles estejam lá. Então, sem nenhuma atitude errada de sua parte, ou em uma hora inconveniente, esta pessoa vai dizer ou fazer alguma coisa para levar essa relação a um fim. Ás vezes, essas pessoas morrem. Ás vezes, eles simplesmente se vão. Ás vezes, eles agem e te forçam a tomar uma posição. O que devemos entender é que nossas necessidades foram atendidas, nossos desejos preenchidos e o trabalho delas, feito. As suas orações foram atendidas. E agora é tempo de ir. Quando pessoas entram em nossas vidas por uma "Estação", é porque chegou sua vez de dividir, crescer e aprender. Elas trazem para você a experiência da paz, ou fazem você rir. Elas poderão ensiná-lo algo que você nunca fez. Elas, geralmente, te dão uma quantidade enorme de prazer...
Acredite! É real! Mas somente por uma "Estação". Relacionamentos de uma "Vida Inteira" te ensinam lições para a vida inteira: coisas que você deve construir para ter uma formação emocional sólida. Sua tarefa é aceitar a lição, amar a pessoa, e colocar o que você aprendeu em uso em todos os outros relacionamentos e áreas de sua vida. É dito que o amor é cego, mas a amizade é clarividente. Obrigado por ser parte da minha vida. Pare aqui e simplesmente SORRIA. "Trabalhe como se você não precisasse do dinheiro, Ame como se você nunca tivesse sido magoado, e dance como se ninguém estivesse te observando." "O maior risco da vida é não fazer NADA."
A: Martha Medeiros.

Soneto da Separação

16:05 Posted In Edit This 1 Comment »

De repente do riso fez-se o pranto,

Silencioso e branco como a bruma,

E das bocas unidas fez-se a espuma,

E das mãos espalmadas fez-se o espanto.

De repente da calma fez-se o vento,

Que dos olhos desfez a última chama,

E da paixão fez-se o pressentimento,

E do momento imóvel fez-se o drama.

De repente, não mais que de repente,

Fez-se de triste o que se fez amante,

E de sozinho o que se fez contente.

Fez-se do amigo próximo o distante,

Fez-se da vida uma aventura errante,

De repente, não mais que de repente.

A: Vinicius de Moraes.

Lições

04:19 Edit This 0 Comments »
Certa vez, passeando pelo campo, um homem viu um espantalho e comentou: “Deves estar cansado de ficar aí, parado, neste campo solitário, sem nada para fazer”. O espantalho respondeu para ele: “O prazer de afastar o perigo é grande, e eu jamais me canso desta função que tenho”. O homem concordou: “Sim, também tenho agido assim e tenho tido bons resultados”. O espantalho voltou a dizer: ”Mas só vive espantando as coisas quem está cheio de palha por dentro”. O homem demorou um ano para entender a resposta daquele ser: aquele que tem carne e sangue em seu corpo precisa aceitar algumas coisa inesperadas. Mas, quem não tem nada dentro vive afastando tudo o que se aproxima e nem mesmo as bênçãos de Deus conseguem chegar perto.
A: Paulo Coelho.

A Vida é Maravilhosa

04:06 Edit This 0 Comments »
A vida é maravilhosa, mesmo quando dolorida. Eu gostaria que na correria da época atual a gente pudesse se permitir, criar, uma pequena ilha de contemplação, de autocontemplação, de onde se pudesse ver melhor todas as coisas: com mais generosidade, mais otimismo, mais respeito, mais silêncio, mais prazer.
Mais senso da própria dignidade, não importando idade, dinheiro, cor, posição, crença. Não importando nada.
A: Lya Luft.
Colaboração: Dite Santos.

Volte-se Para Outra Janela

03:17 Posted In Edit This 1 Comment »
A menina debruçada na janela, trazia nos olhos grossas lágrimas e o peito oprimido pelo sentimento de dor causado pela morte do seu cão de estimação.
Com pesar, observava atenta o jardineiro a enterrar o corpo do amigo de tantas brincadeiras. A cada pá de terra jogada sobre o animal, sentia como se sua felicidade estivesse sendo enterrada também.
O avo que observava a neta, aproximou-se, envolveu-a num abraço e falou-lhe com serenidade:
- Triste a cena, não é verdade?
A netinha ficou ainda mais triste e as lágrimas rolaram em abundância.
No entanto, o avô, que sinceramente desejava confortá-la, chamou-lhe a atenção para outra realidade. Tomou-a pela mão e a conduziu até uma janela opostamente localizada na ampla sala.
Abriu as cortinas e permitiu que ela visse o imenso jardim florido a sua frente, e lhe perguntou carinhosamente:
- Está vendo aquele pé de rosas brancas, bem ali à frente?
Lembra que você me ajudou a plantá-lo? Foi num dia de sol como o de hoje que nós dois o plantamos. Era apenas um pequeno galho cheio de espinhos, e hoje... Veja como está lindo, carregado de flores perfumadas e botões como promessas de novas rosas...
A menina enxugou as lágrimas que ainda teimavam em permanecer em suas faces e abriu um largo sorriso, mostrando as abelhas que pousavam sobre as flores e as borboletas que faziam à festa entre uma e outra, das tantas rosas de variados matizes, que enfeitavam o jardim.
O avô, satisfeito por tê-la ajudado a superar o momento de dor, falou-lhe com afeto:
Veja minha filha, a vida nos oferece sempre várias janelas. Quando a paisagem de uma delas nos causa tristeza, sem que possamos alterar-lhe o quadro, voltemos-nos para outra, e certamente nos depararemos com uma paisagem diferente.
A: João Adolfo.
Do Blog do Alexandre de Oxóssi.

1 aninho do blog Fragmentos

05:29 Edit This 2 Comments »

Oi Ligia, fiz um selinho para o aniversario do seu blog de textos. Não repare, foi feito de coração. (só não acertei colocar no lado do meu blog, ai coloquei aqui, ta!

Parabens, e que faça mais uns 10 ou 20 anos.

Alma Gêmea

05:06 Posted In Edit This 4 Comments »
Alma gêmea de minha alma,
Flor de luz de minha vida,
Sublime estrela caída
Das belezas da amplidão.
Enquanto eu errava no mundo...
Triste e só, no meu caminho chegaste,
Devagarinho e encheste-me o coração.
Vinhas nas bênçãos das flores,
Da divina claridade, tecer-me a felicidade,
Em sorrisos de esplendor!
És meu tesouro infinito.
Juro-te eterna aliança,
Alma gêmea de minha alma...
Se eu te perder um dia,
Serei tua escura agonia
Se um dia me abandonares...
Luz eterna dos meus amores,
Hei de esperar-te, entre as flores,
Da claridade dos céus.
A: Chico Xavier.