Coração de Madeira

11:45 Edit This 0 Comments »

Cansada de tanto chorar, sofrendo com as tristezas que seu filho a fazia passar, uma senhora decidiu materializar a sua dor. Ela pegou um coração de madeira, cravou muitos pregos nele e o pendurou na porta de entrada da casa.
Ao ver a estranha escultura, o filho perguntou: “Por que esse coração feio e cheio de pregos na parede?” Ela respondeu: “O coração é o meu. Os pregos são as amarguras e tristezas que você me tem causado.”
Sem palavras e profundamente entristecido, o filho saiu decidido a mudar seu comportamento. Passadas algumas semanas, ele notou que os pregos do coração haviam sido retirados e, novamente perguntou: “Por que os pregos foram removidos?” Ao que a mãe respondeu: “Conforme suas atitudes foram mudando. As amarguras e tristezas foram cessando e, por isso, retirei os pregos que as representavam.”
O rapaz ficou aliviado ap perceber que já não era mais causador de dores emocionais da mãe, mas ao olhar novamente para o coração de madeira, também notou que, apesar dos pregos não estarem mais lá, as marcas deixadas pelos pregos ficariam lá para sempre.
Copiado.

Ladrões

03:26 Edit This 0 Comments »
Um casal saiu de férias e, ao voltar, encontrou a casa arrombada. Os ladrões tinham levado tudo. O marido reclamou com a mulher por ela ter esquecido das trancas. Ela replicou, dizendo que ele sempre esquecia de fechar a porta. Uma longa discussão começou e os vizinhos chamaram um padre para serenar os ânimos. “A culpa é dela, uma desleixada”, disse o marido. “Não, a culpa é dele, que não presta atenção no que faz”, respondeu a mulher. “Um momento”, interrompeu o padre. “Vivemos culpando uns aos outros e terminamos carregando um fardo que não é nosso. Será que nunca ocorreu a vocês que os ladrões são os verdadeiros culpados pelo roubo?”, concluiu o padre.
A: Paulo Coelho.