Lições dos gansos

09:45 Posted In Edit This 0 Comments »
Quando um ganso bate as asas, cria um “vácuo” para o pássaro seguinte. Voando numa formação em “V” o bando inteiro tem o seu desempenho 71% melhor do que se a ave voasse sozinha.
Lição1: Pessoas que compartilham uma direção comum e senso de comunidade podem atingir seu objetivo mais rápido e mais facilmente, pois estão contando com ajuda de outros.
Sempre que um ganso sai de formação, sente subitamente a resistência por tentar voar sozinho e rapidamente retorna ao grupo, aproveitando a “aspiração” da ave imediatamente a sua frente.

Lição 2: Se tivermos sensibilidade, aceitaremos a ajuda dos colegas e seremos prestativos com os demais.
Quando o ganso líder se cansa, muda para o final da formação e outro assume seu lugar, ocupando a posição dianteira.

Lição 3: É preciso acontecer um revezamento das tarefas e compartilhar a liderança. As pessoas, assim como os gansos, são dependentes umas das outras. Os gansos de trás, na formação, grasnam para incentivar e encorajar os da frente a aumentar a velocidade.

Lição 4: Precisamos assegurar que nossas palavras sejam de incentivo e não desestímulo.
Quando um ganso fica doente, ferido ou é abatido, dois gansos saem da formação e seguem para ajudá-lo e protegê-lo. Ficam com ele até que esteja apto a voar de novo ou morra. Só assim eles retomam o procedimento normal, com outra formação, ou vão atrás do bando.

Lição 5: O bom senso indica que devemos apoiar nossos colegas nos momentos difíceis.
Fonte: mensagensdiarias.com.br

Saudades

10:30 Posted In Edit This 0 Comments »
“Um dia a maioria de nós irá se separar. Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, as descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos que compartilhamos. Saudades até dos momentos de lágrima, da angústia, das vésperas de finais de semana, de finais de ano, enfim… do companheirismo vivido.
Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre. Hoje não tenho mais tanta certeza disso. Em breve cada um vai pra seu lado, seja pelo destino, ou por algum desentendimento, segue a sua vida, talvez continuemos a nos encontrar quem sabe…
Podemos nos telefonar, conversar algumas bobagens… Aí os dias vão passar, meses… anos… até este contato tornar-se cada vez mais raro.
Vamos nos perder no tempo… Um dia nossos filhos verão aquelas fotografias e perguntarão?
Quem são aquelas pessoas? Diremos… Que eram nossos amigos. E… isso vai doer tanto! Foram meus amigos, foi com eles que vivi os melhores anos de minha vida!
A saudade vai apertar bem dentro do peito. Vai dar uma vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente… Quando o nosso grupo estiver incompleto... Nos reuniremos para um ultimo adeus de um amigo. E entre lágrima nos abraçaremos.
Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vidinha isolada do passado.
E nos perderemos no tempo… Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades seja a causa de grandes tempestades. ..
Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!”
A: Fernando Pessoa.

Dia das Mães

09:30 Posted In Edit This 0 Comments »
Não deixe para amanhã

Um homem estacionou em frente a uma loja de flores. Queria enviar algumas flores à sua mãe que vivia a duzentos quilômetros dali. Ao sair do carro percebeu uma jovem menina que choramingava, sentada no meio-fio.
Ele se aproximou dela e perguntou o que havia de errado, ela respondeu:
- Eu queria comprar uma rosa amarela para minha mãe. Mas eu só tenho setenta e cinco centavos e a rosa custa dois reais.
O homem sorriu e disse:
- Entre comigo, eu lhe comprarei uma rosa.
Ele comprou uma rosa para a menina, fez um cartão e uma ordem de envio para enviar rosas para a própria mãe. Quando estavam saindo da loja ele ofereceu carona para a menina e ela disse:
- Sim, por favor! Você pode me levar até minha mãe?
Ela o orientou a dirigir até um cemitério onde ela colocou a rosa em uma sepultura cavada recentemente.
O homem voltou à loja de flores cancelou a ordem de envio, apanhou um buquê de rosas e dirigiu os duzentos quilômetros até a casa da sua mãe…
Autor desconhecido.

O destino e o mistério

20:04 Edit This 1 Comment »
Todos nos passamos por experiências muito difíceis durante nossa vida. Isso faz parte da nossa passagem aqui pela terra. Em muitos momentos, pensamos que “as coisas podiam ter acontecido de outra maneira”, mas o fato é que não tem jeito: não temos o poder de mudar nosso passado, isso é inevitável. Por outro lado, é ilusão pensar que tudo tem seu lado bom na vida. Existem coisas que deixam marcas difíceis de superar, feridas que sangram a beça. Como, então nos livrar das nossas experiências amargas da vida? Só existe uma maneira de fazer isso: vivendo de maneira sincera o presente. Temos que tirar do milagre de nossa vida diária a alegria de que necessitamos para manter viva a nossa fé e nossa confiança no próximo.
É como diz aquela velha e celebre frase: “Hoje é o primeiro dia do resto da minha vida”. Afinal é ilusão pensar que tudo tem seu lado bom, porque tem coisas que, realmente, deixam muitas marcas.
A: Do livro Maktub de Paulo Coelho.